11 2308-4251 / 11 2308-4246

Sequestros

sequestros

  • Observe se não está sendo seguido e se não há veículos estranhos parados em sua rua, com pessoas desconhecidas dentro. Repare se há ambulantes atípicos na região ou reparos intermináveis nos fios de telefonia, por exemplo. Se alguma dessas situações acontecer, não entre em casa e procure o posto policial mais próximo;
  • Evite a rotina. Mude itinerários e horários;
  • Evite ostentar riqueza, comentar publicamente os valores de seus bens ou seus planos de viagens; dirija um carro comum) eles são menos visados;
  • Suspeite de telefones desconhecidos solicitando informações sobre nomes dos moradores ouy hábitos da casa. Instrua crianças e funcionários a não comentarem a rotina;
  • Fique atento nos cruzamentos. Ao se aproximar do farol, reduza a velocidade, para dar tempo de aparecer o sinal verde . Nunca encoste no carro da frente, para ter espaço para manobrar, e prefira o lado esquerdo da pista;
  • Em viagens rotineiras, procure memorizar postos policiais do caminho. Em caso de problemas mecânicos, evite para em locais pouco movimentados;
  • Evite levar na carteira cartões de banco, talão de cheque completo (fique com folhas) e a senha eletrônica anotada. Tenha sempre à mão o "dinheiro do ladrão", trocado que podem ser entregues;
  • Ao descer de seu veículo ou entrar nele, observe se não esta sendo observado. As vítimas costumam ser atacadas no momento em que colocam o cinto ou desviam a atenção da rua para ligar o carro;
  • Procure manter alguém da família avisado sobre seus horários, rota e tempo estimado de chegada ao destino;
  • Se você for rendido mantenha a calma e siga as instruções dos sequestradores. Tente prestar atenção ao caminho (nomes de rua, barulhos, cheiros, tempo de percurso). No cativeiro, continue a prestar atenção aos detalhes e seja cooperativo. Tente saber o que puder da vida e dos hábitos dos sequestradores. Não tente fugir.

Obs.: Texto publicado no Jornal Agora São Paulo tendo como fontes Academia de Polícia; DEIC; Disque-Denúncia e "Sequestro...Como se proteger"

Fonte: Polícia Civil do Estado de São Paulo